Raça

Conforme o prevê o padrão racial o Pastor Alemão possui temperamento forte, caráter incorruptível, atenção, fidelidade, coragem e pronunciado espírito de luta. Embora não dado a amizades imediatas e indiscrimidadas deve permitir a aproximação de estranhos quando acompanhado de seu condutor, demonstrando confiança e controle nervoso. Sempre alerta, deve estar sempre apto a servir com toda a força de seu caráter e temperamento.

Conforme registros a raça Pastor Alemão é o resultado de cruzamentos entre antigas raças de cães pastores ovelheiros criados em territórios que vieram a formar o atual território da Alemanha. O primeiro registro genealógico de um “Deutscher Schaeferhunde” data de 1882, em Hanover. O crédito pelo desenvolvimento da raça é dado ao capitão de cavalaria Max von Stephanitz. A raça conheceu sua expansão pelo mundo após a atuação na 1ª Grande Guerra, no início do século XX, quando após o conflito exemplares teriam sido levados para diversos países por combatentes em retorno para casa.

Obediente, leal, facilmente treinável e extreammente afetuoso com seus donos e com crianças; capaz de atuar com excelência nas atividades de guarda e companahia e demonstrar coragem nas situações mais extremas fizeram com que o Pastor Alemão viesse a povoar os quatro cantos do planeta. É a raça com maior número de registros genealógicos de nascimento por décadas consecutivas (e continua a ser) conforme dados da Federação Cinológica Internacional – FCI (http://www.fci.be).

Desde sua criação a raça tem sido usada para as mais diversas atividades. De cães-guia para cegos a cães de resgate em desmoronamentos, passando por atividades de faro e demais operações especiais policiais; atua com sucesso como cão de família zelando pela segurança dos seus donos sem deixar de ser um excelente cão de companhia. Isso tudo especialmente graças a sua extrema inteligência – está em terceiro lugar entre todas as raças caninas e em primeiro lugar dentre os cães de porte grande conforme estudo do pesquisador Stanley Coren (http://www.stanleycoren.com/e_intelligence.htm).

Por toda a sua capacidade e pela legião de fãs que possui ao redor do mundo esta raça formou uma rede de criadores dedicada ao seu aperfeiçoamento constante. Desde de questões morfológicas/estruturais a análises de temperamento/caráter, com rígido controle de doenças de cunho genético, o Pastor Alemão passou a ser exemplo no controle e erradicação de doenças e faltas desqualificantes conforme prevê o padrão racial.

Segue abaixo link com a descrição do padrão da raça Pastor Alemão conforme a Confederação Brasileira de Cinofilia – CBKC: www.cbkc.org/padroes/pdf/grupo1/pastoralemao.pdf